A Nossa Vida


Sou noveleira de plantão e acho que todo mundo que acompanha o Pintas já reparou isso. Quando eu era pequena adorava Thalia e de suas Marias e as aventuras e desventuras de Paola e Paulina Bracchio, momento confissão. Ouvi dizer que o SBT em seu momento Vale a pena ver e rever de novo e mais uma vez continua reprisando seus mexicanões.
Aí que começou a Vida da Gente, com uma trama de duas irmãs em que uma fica cinco anos em coma e quando acorda vê que sua filha nem a reconhece como mãe e que seu namorado está na verdade com a sua irmã. Coma? Triagulo amoroso? Conflitos? Mexicanão com doses homeopáticas (por ser uma novelas das 6) com padrão Globo de qualidade! Sim porque vamos combinar que ninguém faz novela como a Globo, a Record bem que tenta, mas tem um caminho pela frente. Eu e A Vida da Gente, foi amor no primeiro capítulo, sou daquelas que se apega mesmo na novela, chego e falo “Está na hora da MINHA novela”.
Novela das seis é impossível de acompanhar, nunca estou em casa, mas o apego era tanto que a Globo.com e as gravações recorrentes da SKY me ajudaram nessa missão.
Hoje a novela acaba e o que o povo quer saber é com quem o Rodrigo vai ficar??? Mas será que é isso mesmo que a gente quer? O personagem Rodrigo se transformou em um mocinho fraco e indeciso e nem sei se realmente algué deve ficar com ele. Ao longo da novela as pessoas se dividiam entre Team Ana e Team Manu, até quem via uma cena só da novela já dava os seus pitacos. “Se coloca no lugar dela!” Hellooooooo!!!! Qual a chance de eu ter uma filha, sofrer um acidente de carro com a minha irmã, ficar em coma durante 5 anos e acordar com tudo virado de cabeça para baixo?????
Sou Team Manu, mas ao mesmo tempo tempo entendo a Ana. Enquanto a primeira levou uma sambada da vida e praticamente perdeu a irmã e ganhou uma filha a segunda passou cinco anos dormindo e não aguentou a pressão quando acordou. E Rodrigo, que escolheu ficar com a Manu, quando a Ana acordou ficou como uma barata tonta a cada movimento das duas irmãs. Atuações incríveis das duas, Marjorie Estiano e Fernanda Vasconcellos, ambas ex Malhação e que deram um show principalmente nas cenas em que tiveram a melhor briga do século e quando fizeram as pazes essa semana.
Ponto também para atriz mirim Jesuela Moro que é uma fofa, e que parecia uma veterana! Ana Beatriz Nogueira que faz a mãe das irmãs também é ótima (o elogio aqui foi chover no molhado), fez aquela vilã, coisa ruim, mas que a gente não torce para o morrer ou para ser presa, a gente sente pena. A Nicette Bruno fazia o contraponto, aquela avó que todo mundo quer que dá colo, amor e comidas gostosas.
O elenco super enxuto da novela também ajudava muito. Enquanto em algumas novelas tem mais de 80 atores, A Vida da Gente tinha uns 20, mas sempre com foco no trio principal. Alguns nucleos como o da terceira idade (com uma cena linda no capítulo de ontem) e nas relações familiares de Celina/ Lourenço e Nanda/ Francisco tinham seus momentos, mas a gente queria mesmo era Manu, Ana e Rodrigo!
Desculpem me alongar tanto nesse post que é a despedida da minha novela. Juro que to sofrendo hahahahahahahahaha. Fico aguardando minha próxima novela, minha aposta é que será Avenida Brasil, João Emanuel Carneiro é dos meus, e o remake de Guerra dos Sexos também promete.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s