Um filme para vida

No fim de semana passado eu me rendi aos apelos da minha mãe e fui no cinema ver Intocáveis. Para os desavisados o filme é o maior fenômeno de bilheteria francês e recentemente ultrapassou o fofíssimo Amelie Poulin como filme francês com maior bilheteria no mundo.
A história, baseada em fatos reais do livro O Segundo Suspiro, conta a história de Phillipe e Driss.
Philippe é um milionário francês vive isolado em sua casa em Paris por ser tetraplégico. Driss é senegalês que foi para Paris adotado por uma família cheia de filhos. Negro, ex presidiário e desempregado (e sem vontade de trabalhar), ele vê a sua vida mudar ao trabalhar como cuidador de Philippe.
A relação dos dois é o triunfo do filme e me faltam palavras para descrever a interpretação da dupla Omar Sy e François Cluzet. Omar inclusive ganhar o Cesar (o Oscar francês) de melhor ator pelo filme.
E mesmo com um tema tão sério o filme faz você rir de verdade, com as trapalhadas de um cuidador de primeira viagem. E ao mesmo tempo proporciona reflexões verdadeiras de como nós tratamos os deficientes ao nosso redor. Driss esquece o tempo todo da deficiência do patrão, e é por isso que eles se dão tão bem. Driss apresenta seu mundo para Philippe, que vai desde a maconha ao Earth, Wind & Fire e Philippe apresenta o seu mundo para Driss, com ópera, música clássica e carros velozes.
Philippe estava cansado de ser tratado com pena e cheio de dedos por seus antigos cuidadores e vê na maluquice de Driss algo diferente, Driss, ao contrário de todos os outros cuidadores, não tinha pena do patrão.
Em uma das melhores cenas do filme (peço mil desculpas já se estou falando muito do filme) Philippe conta que sua maior deficiência não é não poder andar, e sim a falta da mulher que ele amou. Driss entendeu perfeitamente o recado e não via os limites físicos dele. Deu para sacar a lindeza do filme?
Tocante, mas sem ser piegas Intocáceis é um filme para ver e rever e para levar para vida.

Advertisements

Em Paris

Depois de um passeio em Londres com as comédias românticas do Hugh Grant chegou a vez do tour por Paris. A oferta de filmes é bem mais ampla, para os mais variados gostos.

Antes do pôr do sol está certamente na minha lista de filmes mais fofos ever. Um dia em Paris com Ethan Hawke e Julie Delpy e não tem como não se apaixonar pelo casal e pela cidade.

As gêmeas Olsen em seus passeios pelo mundo deram uma passadinha em Paris é claro. Foi com passaporte para Paris que minha vontade de conhcer a cidade aumentou ainda mais. Sempre quis conhecer a cidade com a minha irmã gêmea que nunca tive.

Primeiro filme da Audrey que eu vi. Paris, musical e Audrey, a combinação perfeita.

Julie Delpy volta para Paris por dois dias com seu namorado americano. Confesso que… adoro quando zoam o namorado dela.

Querida Maria Antonieta, pode me chamar para comer brioche em Versailles que eu irei com certeza. Depois bebericamos, vamos curtir a noite e conhecer uns franceses gatos.

Prioridade número um da minha lista? Tomar um café no Les Deux Moulins. Amelie você quer ser minha amiga? Posso te add no Face?

O ápice do meu amor por Paris.

Woody não só nos proporcionou uma viagem para Paris como uma viagem no tempo. Way to go Allen! Adoraria bater um papo com Dalí.

A seleção de Paris foi bem mais difícil do que a seleção de Londres, acho que a Cidade Luz deve ser mais inspiradora. Por hoje é só pessoal, bom resto de feriado!

Em Londres

Já pensando nas minhas queridas férias em Londres já comecei a pensar nas minhas listinhas para dividir com vocês. Os EUA estão sempre nos filmes, a gente já tem a impressão de conhecer a California e NY de tanto que nós vemos em filmes. A Inglaterra tem seus momentos em seus filmes e foi por aí que ela me conquistou, Vamos aos filmes?

Amo esse filme. Simplismente amor me faz querer passar o Natal em Londres e conhcer todos os personagens incriveis desse filme. Já na cena inicial no aeroporto de Londres você já se sente na cidade.

Acho que foi com Notting Hill que começou minha fixação com Londres. No topo da minha lista de must do eem Londres está um passeio no bairro do Hugh Grant. A cena em que o personagem dele passeia na feira enquanto tempo passa é uma das minha preferidas.

Por incrivel que pareça Tudo que uma garota quer mostra um lado bem legalzinho de Londres.

Woody Allen sempre nos proporcionando viagens incriveis.

Não amo esse filme, mas Closer tem seus momentos. E Londres como pano de fundo.

Por hoje é só mas preparem se para uma overdose de post, já estou contando os dias para viajar e ainda faltam dois meses.

Dourado no tapete vermelho

E já que estamos no embalo de Hunger Games vamos falar da atriz principal? Jennifer Lawrence tem 21 aninhos e ano passado foi indicada ao Oscar de melhor atriz pelo filme Inverno da Alma , interpretou a heroína Mystique no pipocão X Men e tem no papel de Katniss Everdeen o maoir pulo da sua carreira. Ela é um lindoca, queridona, não é magrela e ainda se veste super bem. Vamos aos looks dos tapetes vermelhos???

Começamos em Los Angeles, em que ela botou pra quebrar em um douradão que nem mundo segura. Da grife Prabal Gurung o vestido é quase futurística e caiu super bem nela.
Em Londres ela continuou no douradão, agora Ralph Lauren e foi o meu look preferido dos tapetes dela. Atenção para essa lindeza de coque que ela fez e que ninguém vai conseguir reproduzir!!!!


Em Berlim ela saiu do dourado e vermelhou em um Marchesa curto todo recortado que eu achei fofo. Em Paris ela foi no preto basicão Tom Ford, com um detalhe lindo nas costas, e o dourado voltou nos pezinhos da moça.
Essa aí tem futuro nos bons looks hein?! Adorei todos! E vem fazer uma premiere aqui no Lagoon também!

Vampiros, bruxos e Katniss…

May the odds be ever in your favor!!!!!
E falta pouco para a estreia de Jogos Vorazes! Katniss e sua trupe já estão fazendo suas premieres mundiais (cade vocês no Brasil minha gente???), listas pipocam e números já estão sendo divulgados.
Comparar o enredo do Jogos Vorazes com HP ou Crespúsculo é quase alhos com bugalhos, mas pessoal adora uma fight né?!

Vamos para um listinha??? Os números divulgados são baseados no mercado americano ok?!

Seria Jogos Vorazes maior que Crespuculo???
Sim, Jogos Vorazes estreia nos EUA em 270 salas IMAX, Crepusculo estreou em 0 salas IMAX o que deu uma certa vantagem de $$$ para a turma de Katniss, já que as salas IMAX são bem mais caras.
Sim, os ingressos vendidos para as pré estreias e sessões de meia noite de Jogos já são maiores que Edward, Bella e cia.
Sim, ao contrário de Crepusculo que tem uma pegada mais romântica e com um grande apelo ao público feminino, Jogos agrada os dois gêneros, morte é o que não falta na arena.
Sim, com todo respeito aos atores de Crepusculo, Jennifer Lawrence já foi indicada ao Oscar, enquanto K-Stew e Rob Patzz ainda não ganharam a crítica com suas atuações.
Sim, Gary Ross, diretor do Jogos foi diretor do filme Seabiscuit, com sete indicações ao Oscar, enquanto os diretores de Crepusculo, bem…. não tenho nada a dizer, exceção do Bill Condon (diretor Amanhecer) que ganhou um Oscar.

Seria Jogos Vorazes maior que HP?
Não, o primeiro filme da saga HP era livre e super familiar, enquanto Jogos Vorazes é PG 13, o que já restringe um pouco.
Não, a quantidade de livros que HP já vendeu é quase 15 maior que Jogos.
Não, se os ingressos do primeiro filme de HP fossem do valor médio do ingresso de hoje sua renda seria de 126 milhões de dólares, expectativa que Jogos não pretende bater.

De verdade, cada um com o seu mérito, tem o seu espaço e seu sucesso. Meu carinho é sempre com HP, afinal de contas eu cresci com Harry e sua tchurma, li todos os Crepúsculos mas não tenho esse apego e me encantei com Jogos Vorazes. Então o que eu tenho a dizer é “Let the games begin!”.

Preparem a pipoca!

E a corrida para o Oscar começou! Lógico que eu tinha que dar meus palpites ne?! Porque blogueira que é blogueira tem que ser palpiteira. A maioria ainda não estreou no Brasil ainda, mas a gente sempre tem uns favoritos… Vamos lá?!

Melhor ator coadjuvante – Jonah Hill! Quem diria que uns dos nerds de Superbad (filme mais tosco e mais legal do universo) estaria concorrendo ao Oscar??? Pois meu palpite é que Jonah seja o azarão do ano!

Melhor atriz coadjuvante – Jessica Chastain você merece! Simpatizo com você e The Help foi uma das grandes surpresas de bilheteria de 2011!

Melhor ator – George Clooney. Aí não tem pra ninguém. O eterno bachelor de Holly que nós amamos! Ele merece!!!!

Melhor atriz – Meryl, Meryl, Meryl!!!!!!!!!!! Tá apara existir atriz como ela que consegue ir de Donna do Mamma Mia para a Dama de Ferro.

Melhor diretor – Martin Scorsese. Pq ele é um máximo. Até na animação.

Melhor filme – O Artista. Nem é o meu favorito, mas já abocanhou tantos prêmios que é até besteira meu palpite ser outro.

Melhor animação – Rango. Só para ser do contra mesmo. Não vi UM filme de animação indicado ao Oscar. Trevas.

Canção Original – Real in Rio. É o Brasil no Oscar!!!!!!!!!!!!!!!! Ai como sou brega.

E para nós Pottermaníacos nos resta torcer para que o último filme da saga ganhe em Direção de Arte, Maquiagem e Efeitos Visuais! Eu acho que pelo menos uma estatueta rola né?!

Façam suas apostas e dia 26 de fevereiro veremos!

A saga da vez

Você já ouviu falar do Hunger Games? Pois então, com o fim de Crepúsculo se aproximando o pessoal da Holly já está em busca de um nova saga para substituir Bella, Edward e cia. A aposta da vez é Hunger Games, ou Jogos Vorazes em português. O livro não se aproxima em NADA da saga vanpiresca. Li o primeiro da trilogia em poucos dias, não me segurei era ansiedade pura. Hunger Games conta a história de Katniss uma menina de 16 que compete nos jogos que dão título ao livro/ filme. O jogo nada mais é do que um do mata-mata completo. Em um país chamado Panemm, 24 jovens de 12 a 18 anos competem em um jogo em que apenas uma pessoa sobrevive. Não satisfeito o Hunger Games é transmitido como um Big Brother para todo o país e para não ficar entediante os controladores do jogo interferem para cirar situação de confrotno entre os participantes. Entenderam? É tensão do início ao fim. A história é meio maluca mesmo, mas é super bem contada, é ambientada no futuro, e ao contrário de Crepúsculo e Harry Potter não tem nenhuma fantasia ou seres sobrenaturais.
O filme que será lançado em março do ano que vem e o pessoal já tá criando um buzz danado, com direito a ensaio na Vanity Fair e tudo. A protagonista é a nova queridinha da América Jennifer Lawrence, que com 21 anos já foi indicada ao Oscar. E ainda Lenny Kravitz dando pinta de ator! Pode ver agorinha?

Dá um look no trailer